sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

FILME | Jogos Vorazes - A Esperança Parte 2


Eu estava super ansiosa para assistir à esse filme, pois adoro os livros e gosto das adaptações. Eu sei que todo mundo já falou e praticamente só tem falado sobre ele nos últimos dias, mas vou deixar aqui minha opinião (atrasada, para variar hahaha).
Confesso: A Esperança é, dos três livros, o que eu menos gosto. Ainda assim o acho incrível, principalmente pelo desfecho; é perfeito, segue o curso natural da trama. De tudo o que havia para acontecer no filme, a única coisa que eu fazia questão que não fosse alterada era o final. E não me decepcionei com isso.
No entanto eu acho que eles estragaram um pouco da emoção desse final ao longo do filme. Quando se trabalha com o audiovisual é importante conseguir transmitir a mensagem para quem assiste e isso é feito através de diversos recursos. Eu acho que eles pecaram ao deixar as coisas explícitas demais e muito claras através dos diálogos, quando eles poderiam ter feito como foi no livro: de forma sutil, através apenas das ações dos personagens. Com uma ou outra fala, sim, mas não jogando na nossa cara, como se fôssemos incapazes de perceber e compreender a situação apenas com pistas e analisando nós mesmos os acontecimentos. Com isso, o desfecho que tanto me impressionou no livro deixou de ser uma surpresa no filme. Desde o começo era muito óbvio o que essa história queria nos mostrar.
Por outro lado achei que eles souberam balancear bem a ação e a melancolia. Nesse ponto a história se resume em guerra. Há inúmeras explosões, mas também muitos diálogos e ações estratégicas e importantes. O filme não é parado e também não é apenas uma enorme sequência de lutas.
Aqui tem um pequeno spoiler, então esteja avisado(a).
Outro ponto que não gostei foi bem fiel ao livro e, neste caso, eu queria muito que não fosse: o epílogo. Eu detesto esses epílogos que mostram o casal anos depois, com filhos e vivendo felizes para sempre. Mesmo em Harry Potter isso me incomodou. Essa cena em Jogos Vorazes soou até mesmo um tanto forçada e falsa (o que eu já acho mesmo nos livros, por isso não gosto), bem desnecessária.

No geral, acho que a franquia de filmes dos Jogos Vorazes foi muito bem. Há notícias de que mais filmes serão feitos, mas, sinceramente, eu acho isso apenas uma jogada de marketing para ganhar mais dinheiro, porque não acredito que seja necessário mais nem um pio sobre essa trama, que foi perfeitamente fechada. Mostrar a situação do país anos antes de Katniss é apenas repetir o primeiro filme, sem trazer nada de novo. Mas essa é uma discussão para o futuro.

E vocês, assistiram aos filmes? Leram os livros? Gostaram das adaptações e do final? Comentem! (:


Um comentário:

  1. Também não suporto esses epílogos, não gostei nem o que tem em Harry Potter, que dirá o de Jogos Vorazes. Achei tão piegas e clichê. A autora estava caminhando tão bem com a Katniss, empoderada e forte, e aí de repente escreve para ela um fim normal, esposa e mãe. Entendo que tem o simbolismo de que a vida continuou após todas as tragédias e tals, mas mesmo assim achei melado demais.

    Concordo com sua opinião sobre o filme, achei que ficou fácil e simples demais, saindo um pouco do espírito original dos livros, que é mais político e de luta. Dos livros, o que menos gostei foi o segundo, mas confesso que o terceiro não me prendeu 100% também. E fora isso, não gostei de como deixaram a Alma "má" cedo no filme, pois no livro demora muito até percebermos quem ela é realmente.

    Enfim, ótima análise, como sempre.

    Beijos
    Ruh Dias
    perplexidadesilencio.blogspot.com

    ResponderExcluir