sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares de Ransom Riggs


Avaliação: ★☆ | 336 páginas; Editora LeYa

Jacob sempre foi muito próximo do avô Abe; cresceu ouvindo suas incríveis histórias sobre o orfanato em que se refugiou da guerra e onde vivia com crianças com "poderes". Quando adolescente, Jacob obviamente parou de acreditar nas histórias do avô, que já se encontrava muito senil e vivia divagando sobre elas.
No entanto, foi um choque imenso quando o avô morreu. Jacob o encontrou estirado na floresta, atrás da casa dele, ensanguentado. As últimas palavras do velho para o neto foram enigmáticas, mas Jacob supôs serem sérias quando se deparou com uma criatura esquisita, com tentáculos saindo pela boca, entre as árvores.
É claro que ninguém nunca acreditou nele. Jacob passou a se tratar com um psiquiatra e continuou sua vida o mais normalmente possível - até que decidiu investigar a última frase dita pelo avô e partir em uma viagem para a ilha onde antigamente se encontrava o orfanato em que ele vivera.
Os personagens possuem particularidades claras e fortes em suas personalidades, o que os torna um pouco caricatos, mas ainda assim interessantes, principalmente as crianças, pelos "poderes" que possuem (me lembrou x-men hahaha) e a maneira como lidam com isso. A srta. Peregrine é rígida e intimidadora, mas ao mesmo tempo carinhosa e com um enorme coração; uma tutora maravilhosa. Jacob me pareceu um pouco infantil demais, de uma inocência muito grande, mas conseguiu me cativar mesmo assim, com seu jeito gentil e bondoso.
O livro é repleto de fotos antigas que complementam o enredo. A meu ver, metade delas foi muito bem colocada e ajudou a me fazer entrar no clima da história. Mas a outra metade me pareceu encaixada à força no contexto. Seria melhor se elas nem estivessem ali. Além das fotos, também temos algumas páginas como "fac-símiles" de cartas e bilhetes.
Eu sempre imaginei que esse livro fosse de terror. Daqueles clássicos, com um orfanato cheio de crianças esquisitas - provavelmente mortas - e uma senhora misteriosa que cuida do lugar. Porém me deparei com uma história completamente diferente.
Há muitos mistérios, mas não tensão e terror. A história é mais do estilo sobrenatural, misturado com viagens no tempo e alguma aventura. Me surpreendi bastante com isso. Há muitos detalhes por trás do que nos é apresentado de início e tudo foi muito bem desenvolvido e explicado. E o desfecho se dá com uma brecha enorme para uma sequência - Hollow City (que ainda não foi traduzido).

2 comentários:

  1. Deste o lançamento que este livro me intrigou bastante. A capa é simplesmente maravilhosa de um modo sinistro. Quando eu vi ele pensava que era de terror, suspense e tensão mas pelo visto me enganei rsrs. Gostei bastante da premissa e quem sabe um dia eu não leia.
    Adorei a resenha. Beijos e sucesso.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele passa muito essa ideia de terror, não é? Me surpreendi quando comecei a ler. Apesar de ser bem diferente do esperado, acho que vale super a leitura, viu (:

      Excluir