terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Retrospectiva 2O13 - Melhores e Piores do Ano


Oi, gente!

Primeira retrospectiva do blog! Irei apontar os melhores e os piores livros (na minha opinião, claro) que eu li neste ano. Deixarei o link de cada uma das resenhas, para mais detalhes. 



Jogos Vorazes (trilogia)
Suzanne Collins

Eu não esperava gostar tanto desses livros como acabei gostando. Distopia adolescente muito bem desenvolvida e surpreendente, com personagens muito bem construídos. Resenha


A Livraria 24h do Mr. Penumbra
Robin Sloan

Com uma história que mescla sociedades secretas, livros, tecnologia e o Google, esse livro foi o mais original e diferente que li este ano. Resenha


O Duque e Eu
Julia Quinn

Romance histórico repleto de cenas românticas e de sexo entre uma protagonista cativante (aleluia) e um rapaz problemático, mas gentil. Resenha


Fahrenheit 451
Ray Bradbury

Distopia escrita nos anos 50, clássico da literatura. Montag é um bombeiro, responsável por queimar todos os livros ainda existentes na cidade. Porém ele começa a repensar suas ações e passa a enxergar o mundo de outra forma. Resenha


Belle
Lesley Pearse

Boa história, mas personagens tão fracos, que estragaram tudo. Protagonista de novela (puramente boazinha e amada por todos que cruzam com ela na rua) enfadonha. Resenha


Hemlock Grove
Brian McGreevy

Confuso, lotado de palavrões desnecessários, de diálogos desnecessários, e com quase lobisomem nenhum. Decepção do ano. Resenha


Shadowmancer
G. P. Taylor

Prêmio de livro mais difícil de ler em toda a minha vida (pior que Amanhecer). Devoção exagerada à Deus (Riathamus, na história), personagens sem personalidade alguma, trama sem foco. Resenha


Feios
Scott Westerfeld

Distopia fraca, com uma protagonista profundamente ignorante, passiva, sem graça e traíra. Scott tem livros muito melhores (Leviatã, por exemplo). Resenha


E que venham livros maravilhosos em 2014! Ótimo começo de ano para todos (e que ele continue bom até o final).

Nenhum comentário:

Postar um comentário