quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Batalha de Capas #1 - Harry Potter


Oi, gente! 

Para o primeiro Batalha de Capas, decidi trazer Harry Potter. Não só por amar esses livros, mas também porque, recentemente, em comemoração aos 15 anos da série, foi lançado um box com capas novas do original britânico, ilustradas pelo artista japonês Kazu Kibuishi. As capas brasileiras são as da versão americana, feitas pela ilustradora Mary GrandPre.


Harry Potter e a Pedra Filosofal


Eu realmente gosto muito das antigas capas. Gosto do traço e, principalmente, elas trazem um ar de nostalgia.
Acho a segunda capa bonita, mas ainda prefiro a primeira. Eu acho que a "cena" retratada da segunda não foi uma boa escolha; reduziu muito a história do livro. Na primeira, a artista enche a capa com detalhes da história inteira, que formam o cenário.

Harry Potter e a Câmara Secreta


Nesse caso, eu nem gostei muito da segunda capa.
Eu acho que Mary escolheu uma cena melhor a ser retratada. E mais uma vez podemos ver detalhes de toda a história no cenário. 

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban


Meu livro preferido tem que ser bem representado!
Acho essa segunda capa a mais forte de todas as novas. E, pra ser sincera, gosto mais dela do que da antiga! O momento escolhido é incrível, a arte é maravilhosa. Adoro contrastes de luz e sombra, bem e mal, e é exatamente o que essa capa possui.

Harry Potter e o Cálice de Fogo


Levando em conta os "objetos" representados, as capas são até parecidas. Gosto das duas.
A primeira passa a impressão de uma verdadeira capa; a representação da história como um todo. A segunda passa mais a ideia de uma ilustração de um capítulo específico, pois retrata uma cena específica. Pensando nisso, acho que a primeira é uma capa melhor.

Harry Potter e a Ordem da Fênix


A grande diferença entre as capas é justamente o que apontei logo acima. No quinto livro, isso muda.
A primeira capa também está retratando mais um momento específico do que o todo da história. Gosto de ambas, mas prefiro a segunda; gostei muito da arte e da escolha dos testrálios para ilustrá-la.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe


As duas capas são bem parecidas. Ambas mostram Dumbledore e Harry unidos por um motivo em comum: destruir as forças do mal vulgo Voldemort. Eu sinto que as duas passam um mesmo sentimento de tensão e ação e são um tanto sombrias. Realmente não consigo escolher uma delas.

Harry Potter e as Relíquias da Morte


Mais do que nunca, escolher uma cena para ilustrar a capa do último livro da série, foi uma péssima ideia. A segunda capa reduziu tanto os inúmeros acontecimentos importantes do livro!
A primeira, ao meu ver, transmite uma sensação de epicidade, de algo sendo concluído - exatamente o sentimento que a história nos traz. Gosto muito mais dela.

Gostos e opiniões a parte, os dois artistas são muito competentes e fazem ilustrações maravilhosas - cada um com seu traço característico.
Eu ainda pretendo ler a série em inglês, no original, e quero a coleção com essas capas novas (porque eu acho as capas inglesas antigas muito feias).

E vocês, o que acham das capas?

2 comentários:

  1. Na maioria delas gostei mais da capa estrangeira. Tenho que admitir que devo ser uma das poucas pessoas que nunca leram Harry Potter rs.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu prefiro as primeiras!
    Já tem uma história, e fazem parte do sucesso que é essa serie.
    Amei o blog...
    Dry
    http://livroscombolinhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir